sábado, 16 de fevereiro de 2008

Engate (Deriv. regr. de engatar) procura de parceiro para relação íntima mas de curta duração


Numa das minhas passagens pelo GRANDE blogue da minha GRANDE amiga Patrícia (http://bloguedapatricia.blogspot.com) vi um daqueles teste tipo revista Maria e interessei-me porque realmente era sobre um tema que eu ano após ano me tenho dedicado. O tema é qualquer coisa como: “Se tu fosses uma frase de engate, o que serias?”.

Ora bem… quem me conhece, sabe perfeitamente que eu sou um ás, repito, um ÁS, na arte de engatar (ou pelo menos na parte dos piropos). Fiz o teste e digo-vos: não vale a pena! Foi uma desilusão. Cheguei a pensar até que ando a perder qualidades.

Ora vejam bem o resultado que me deu (mudem o género por favor porque continuo a ser hetero… muito hetero):

“Estou a lutar desesperadamente contra o impulso de fazer de ti a mulher mais feliz do mundo, esta noite” ???!!!!

Mas o que é isto?

Senhores que fazem estes testes tomem atenção por favor:

1º - Não acham uma frase demasiado grande para um engate? Reparem bem… Repitam comigo e contem o tempo que demoram a dizer esta frase…

“Estou a lutar desesperadamente contra o impulso de fazer de ti a mulher mais feliz do mundo, esta noite” ???!!!!

Outra vez:

“Estou a lutar desesperadamente contra o impulso de fazer de ti a mulher mais feliz do mundo, esta noite” ???!!!!

10 segundos meus amigos… 10 segundos…

Os tempos de Camões já lá vão… agora queremo-nos rápidos, concisos e directos… directos q.b. pois tem de haver alguma subtileza.

2º - Esta frase de engate está construída em 4 tempos. Se não vejamos… Ponham a vossa voz mais sexy ou mais atrevida, como queiram (eu prefiro o modo atrevido), e digam esta frase (mentalmente, por favor, não vá estar alguém a ouvir-vos):

Estou a lutar desesperadamente – 1º tempo

contra o impulso de fazer de ti – 2º tempo

a mulher mais feliz do mundo, - 3º tempo

esta noite – 4º tempo

ERRADO. Uma boa frase de engate tem de ter apenas 2 tempos. Voltamos ao curto e conciso. Quem não gosta daquela: “Oh flor, dá para pôr?”

2 tempos: Oh flor, 1º tempo, dá para pôr, 2º tempo.

Simples, não?

Até o engate mais elaborado e original que ouvi, e apesar de ser extenso, é em dois tempos: “Os tomates do teu pai, deviam “de” estar num museu” (by: Chezmanez, se é assim que se escreve)

Os tomates do teu pai – 1º tempo

Deviam “de” estar num museu – 2º tempo

Enfim…

3º - O tipo de linguagem usada. Ora bem… normalmente este tipo de piropos são ditos na noite, onde se pode encontrar qualquer tipo de gente, com qualquer tipo de habilitações literárias. E temos de concordar que é mais fácil um doutor (ou que se arme em tal) perceber uma linguagem vernácula (lá está uma palavra que não se pode usar), do que um obral (tão digno quanto o anterior) entenda uma linguagem do tipo… lírica…

Ora vejam um exemplo:

“Oh flor, dá para pôr?” – linguagem vernácula

“Oh minha linda orquídea selvagem, transplantada para este local, vós fazeis-me o obséquio de me dar permissão para eu colocar o meu órgão penetrador dentro de vossa conchinha?”

Epá… qual escolheriam?

Por exemplo, no caso do resultado do teste seria muito mais fácil dizer: “Babe, vamos dar uma queca?”

Após ter dado 3 boas razões para explicar o porquê da minha indignação com os resultados deste teste vou-vos brindar com os meus criativos piropos, normalmente surgidos nessa época de folia de que tanto gostamos.

Foi há 3 anos que percebi o meu talento para esta arte quando no carnaval de torres Vedras olhei um bonito rapaz que se destacava, não só por ser uma bela farfalha, mas também porque não estava mascarado. Sobressaía por entre as matrafonas a que já nos habituámos. Mirei a presa, lentamente aproximei-me e decidi atacar espontaneamente:

“Então? Estás mascarado de Brad Pitt?”

O ano passado estando eu mascarada de uma bela alfacinha (que no fim da noite estava fresca tal qual uma alface colhida à um mês (by: Migui)), o meu piropo era:

“Então, és vegetariano?”

Este ano, mascarada de Tetris:

“Então, queres encaixar-te em mim?”

Simples, rápido, conciso, subtil…

O “Então” dá-lhe um certo charme porque ao mesmo tempo que digo “Então” levanto a sobrancelha direita…

Para o ano já sei qual vai ser a minha máscara: ABELHA!!!! Porquê? Para poder andar toda a noite a dizer: “Então, não me queres picar com o teu ferrão?”. Até rima…

10 comentários:

Anônimo disse...

Fantastico...keep it.
bacio
Ghand´alf

Patrícia disse...

Tanta conversa e não dizes que música te calhou no teste do "se fosses uma música do José Cid..." :) Isso sim era importante!!! Olha, a mim não só me calhou a "Favas com Chouriço" como num outro descobri que deveria fazer um dueto com este grande artista. Está para vir o dia :D

Beijinho grandalhão!!!

Anônimo disse...

sim senhora....mt bem observado!!
por momentos parecias 1prof. a dar aulas...meus meninos...o sumário de hj vai ser como fazer uma frase de engate...
No entanto lembrei-me de um carnaval em torres que eu tava mascarada de flor...e fui atacada por um ser que me queria regar..."ai!!que flor tã murcha"

Anônimo disse...

Se eu fosse uma frase de engate seria: “Olá, sou a tipa perfeita. Disseram-me que andavas à minha procura”...e eu que andei 1 ano e e meio a ouvir que era do pior...vou fazer mais testes!! boa pati,manda mais!

DR

Anônimo disse...

bom fiquei com curiosidade...e fui fazer o teste...aqui está o resultado...
eu seria: “Doeu muito quando caiste do céu?”
e pronto qual a conclusão...pois n sei...
kiss

Alsaharazad disse...

Se eu fosse uma música de José Cid seria "A cabana junto à praia". Mas deve ser junto à praia da Rocha... não anda muito longe da verdade. Se fizesse um dueto seria com a Madonna!!! As duas loucas a dançar nuas no palco... UUUUOOOOOOOOOO ANIMAL!!!!

Jô: significa que tu és um anjo... Eu sempre te disse, mas tu nunca me levaste a sério...

Anônimo disse...

pois eu faria um dueto com o James Blunt...mas que lamechas...e ainda por cima diz que sou uma alma romântica e sonhadora, que não dispensa uma pequesa dose concentrada de sofrimento e saudosismo.....brrrrrrrrrrr

bjs
d

Patrícia disse...

bdr bdr

Spirit disse...

Não resisti e também fiz o teste...

Deu-me o mesmo que à Diana: "Olá, sou a tipa perfeita. Disseram-me que andavas à minha procura”...

Beijos
Vanda

Spirit disse...

Eu faria um dueto com (sentem-se sim?): SHAKIRA!!!! lol

Diz ainda que sou "uma pessoa quente e muito sensual, capaz de criar magnetismo em quem o rodeia. Mas apesar disso tenho igualmente um lado muito humano e quase ingénuo".

E se eu fosse uma música de José Cid seria "A cabana junto à praia".

Beijos
Vanda